Fragmentos

mãe

Minha mãe é essa mocinha linda da foto aí embaixo. Ela morreu quando tinha 22 anos e eu tinha três. O nome dela era Neusa.
Não lembro muito dela, só dos seus vestidos coloridos e de saia larga, do batom vermelho e dos sapatos de salto alto, lindos, e que hoje seriam modernos. A lembrança mais permanente que tenho dela é do cheiro de seus cabelos, que eu sentia quando ela deitava a meu lado pra contar as histórias que me faziam dormir. Um cheiro inesquecível, de conforto, segurança e amor.
Minha mãe era uma linda garota dos anos 50, que gostava de dançar e namorar o meu pai, quase tão jovem quanto ela. Todo mundo diz que eles se amavam e gosto de pensar que aproveitaram bastante o pouco tempo de vida em comum que tiveram.
Hoje é aniversário de morte dela.
Todo ano eu me lembro dela nesse dia. Seria maravilhoso se ela conhecesse meus filhos e netos, ela daria uma super vó e bisa, tenho certeza.

Te amo, mãe…