Fragmentos

O tempo está passando muito rápido!!

Você também já teve a sensação de que o tempo está passando muito, muito rápido?  O Natal foi semana passada, o  carnaval foi ontem, já entramos com tudo em março, daqui a pouco é segundo semestre  e quando menos se esperar, já é Natal outra vez.  Isso tudo num piscar de olhos…

Muitas vezes me pergunto se essa aceleração do tempo é de verdade, ou a gente está vivendo uma ilusão coletiva?

**

Mas, segundo um texto interessante do frei Leonardo Boff que li na internet, a aceleração do tempo pode ter base bastante real. Portanto, a percepção de que tudo está passando rápido demais não é ilusória, não é loucura e nem culpa da vida robótica que o “sistema” nos força a viver, mas teria base real na Ressonância Schumann.

a terra

Segundo essa teoria, o físico alemão Winfried Otto Schumann constatou, em 1952, que a Terra é cercada por um campo eletromagnético poderoso, que se forma entre o solo e a parte inferior da ionosfera, a cerca de 100 km acima de nós. Esse campo possui uma ressonância mais ou menos constante, que funciona como uma espécie de marca-passo, mantendo o equilíbrio da biosfera, o que é essencial para todas as formas de vida.

A frequência das pulsações desses campos é de 7,83 hertz, a mesma  de todos os animais vertebrados e do nosso cérebro.   Empiricamente fez-se a constatação de que não podemos ser saudáveis fora dessa frequência biológica natural. Sempre que os astronautas, em razão das viagens espaciais, ficavam fora da ressonância Schumann, adoeciam. Mas submetidos à ação de um simulador Schumann, recuperavam o equilíbrio e a saúde.

 

Por muitos e muitos milhares de anos, as batidas do coração da Terra tinham essa frequência de pulsações e a vida se desenrolava em relativo equilíbrio ecológico.

Mas a partir dos anos 80, e mais ainda dos anos 90, a frequência passou de 7,83 para 13 hertz por segundo! O coração da terra disparou.  Coincidentemente, desequilíbrios ecológicos se fizeram sentir: perturbações climáticas, maior atividade dos vulcões, crescimento de tensões e conflitos no mundo e aumento geral de comportamentos agressivos nas pessoas, entre outros.

Os físicos explicam que devido à aceleração geral, a jornada de 24 horas hoje é somente de 16 horas. Portanto, a percepção de que tudo está passando rápido demais não é ilusória, mas teria base real nesse transtorno da ressonância Schumann.

terra

Porque a  Terra é, efetivamente, um superorganismo vivo, como os astronautas testemunham de suas naves espaciais.  E nós, seres humanos, possuímos a mesma natureza bioelétrica e estamos envoltos pelas mesmas ondas ressonantes Schumann.

Gaia  com certeza já deve estar buscando formas de retornar a seu equilíbrio natural. E vai consegui-lo, mas não sabemos a que preço.

Confesso que sinto um pouco de medo disso tudo…

a gente pode ver e ouvir a Ressonância Schumann, filmadas do espaço pela NASA, nesse video AQUI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Digite os caracteres da imagem para validar seu comentário

Por favor, digite os caracteres desta imagem na caixa de entrada